Paper Smell - O MEDICO DOENTE

O MEDICO DOENTE

Em 2004, ao voltar de uma viagem à floresta amazônica - local que ele já visitara mais de cinqüenta vezes por conta do trabalho de pesquisa em que atua no rio Negro - Drauzio Varela sentiu-se mal, teve febre e, após alguns dias de teimosia obstinada, aceitou interromper o atendimento no consultório e repousar. Pouco depois, foi internado. Conforme aumentavam a febre e o mal-estar, aumentavam também as incertezas quanto ao diagnóstico. Acompanhando de perto a angústia dos colegas, o doente viu-se na desconfortável posição de entender melhor do que o paciente comum a gravidade de seu caso. E nem mesmo a descoberta de que se tratava de uma febre amarela trouxe alento - a enfermidade não tem cura, é preciso deixá-la seguir seu curso e torcer para que o corpo resista e se recupere. Neste relato, ele narra a experiência com olhar clínico, cirúrgico.

Depoimentos
Escreva um depoimento sobre este livro!
Nome
E-mail
Por favor escreva seu depoimento
Classificação para o livro
Copyright MAXXmarketing Webdesigner GmbH